Buscar

AUTODOMÍNIO e a INTELIGÊNCIA LÓGICA EMOCIONAL



A globalização sinalizou a toda humanidade a necessidade do aprimoramento na relação interpessoal dos povos.

Nem o idioma é mais obstáculo para o entrelaçamento do ser humano, quer na aldeia, quer na grande metrópole.

O sucesso para o relacionamento interpessoal passa pelo controle de si mesmo; o autodomínio.

Entender o conceito de “Autodomínio” é condição “sine qua non” para o desenvolvimento da ILE - Inteligência Lógica-Emocional.

Fala-se muito em autoconhecimento que por se só não é suficiente.

É mister saber aplica-lo convenientemente.

Para tanto, necessita-se do “Autodomínio” que vem a ser o domínio de si próprio; controle das paixões; sentimentos; autocontrole dentre outros indicadores que influem o emocional dos seres humanos.

Há que entender a si próprio e os semelhantes para que se possa mudar a forma de agir.

Sair da reação para a ação, do reativo para o ativo.

O desenvolvimento da ILE é ingrediente fundamental e necessário para se atingir o Autodomínio.

Ao atingir o ‘Autodomínio,’ eleva-se o estado de vida à entrega, o 9º. Estado de Vida Intrapessoal, esse é o momento em que se começa a pensar de forma lógica-emocional.

Autodomínio é a conjunção de: ‘Autoconsciência’ + ‘Autogestão’ + ‘Autorregulação’.


TANGIBILIZANDO

Para tirar o emocional do abstrato e torná-lo tangível criei indicadores mensuráveis e passíveis de serem desenvolvidos separadamente.

Minha maior dificuldade na busca pelo pleno desenvolvimento da

‘ILE - Inteligência Lógica-Emocional’ foi entender por exemplo o que formava meu emocional, como desenvolvê-lo e qual o método para viabilizar essa ideia.

Nos meus dois anos de estudos passei por uma fase muito confusa.

Muitas teorias e poucas orientações práticas.

Determinado em encontrar uma solução acabei encontrando meu propósito de vida.

Hoje dedico minha vida exclusivamente a transmitir o método que desenvolvi, o MIDE, para o maior número de pessoas possível.


AUTOCONSCIÊNCIA

Os seres humanos possuem 10 estados de vidas intrapessoais, sendo 4 baixos – Escuridão, Desejo, Animalidade e Ira -, 2 estados inferiores – Tranquilidade e Alegria – e 4 estados elevados – Busca, Equilíbrio, Entrega e Iluminação.

A ‘Autoconsciência’ é o passaporte para o primeiro estado elevado, a ‘Busca’.

Precisamos exercitar a ‘Metaconsciência’; ter consciência que não temos consciência deste universo tão amplo que traduzimos como nosso emocional.

Uma pessoa que recebe uma missão de montar um quebra-cabeça difícil, o primeiro passo é organizar as peças, colocá-las de cabeça para cima e separá-las pela semelhança da imagem.

Tentar saltar essa etapa é como montar um quebra-cabeça de 1.000 peças com a maioria das peças de cabeça para baixo e sem noção da imagem que ele traz.

No primeiro momento, pela minha experiência, e pelas inúmeras experiências de pessoas que já aplicaram o método, surge um misto de ansiedade e esperança, tristeza e alegria, luz e escuridão.

É comum relatos de pessoas que, inicialmente, se dividem entre a alegria de descobrirem que existe uma luz, mesmo que longínqua, e a tristeza de perceberem o quanto estavam perdidas na escuridão.

A entrada nos estados elevados requer muito do emocional. Ao iniciar a busca ela vai parecer confusa, difícil e muitas vezes uma barreira intransponível. Com o tempo percebe-se que nada disso faz sentido.

Adoto o conceito da ‘Jornada’, precisamos manter o foco na estrada e não na chegada.

Desenvolver a ‘Inteligência Lógica-Emocional’ é como escalar uma grande montanha. Relatos de pessoas cujo esporte é escalar grandes montanhas contam que o prazer não é enfincar a bandeira no topo, mas a sensação dos obstáculos transpostos, ou seja, a ‘Jornada’.


PREPARANDO A ESCALADA

O método MIDE se propõe comparar a busca pela ‘ILE - Inteligência Lógica-Emocional’ a escalada de uma grande montanha.

A distância, toda montanha parece pequena e lisa. É preciso entende-la, ver de perto e estudá-la.

A escalada requer planejamento; consciência dos desafios que surgirão a ‘Autoconsciência’ da capacidade de superá-los, usando o equipamento correto.

A ‘Montanha’ – Esta é a metáfora para o desenvolvimento da ILE.

Entender os indicadores formadores do emocional equivale a entender a montanha que será escalada.

Seu ‘Preparo’ - Exercitar a ‘Metaconsciência’, ter consciência que não tem consciência dos indicadores equivale a estudar o seu preparo para executar a escalada.

O ‘Equipamento e o Planejamento - O método MIDE traz as ferramentas de que você precisa para fazer essa escalada.

Tanto o uso das ferramentas como a necessidade de preparo pode variar, significativamente, de pessoa para pessoa.

Ao perceber que estamos despreparados para a escalada passamos a ver obstáculos como problemas e surge a tendência de abandonar o projeto.

Um dos pontos importantes que precisamos entender é que fomos educados e formados para termos absoluto controle sobre tudo.

Por isso a escalada é realizada por poucos, não existe controle nenhum, apenas um planejamento e é necessário abrir mão do controle.

Escalar uma montanha, assim como virar as peças do quebra-cabeça e enfrentar seu emocional, é o que os judeus chamam de oculto do oculto, só é possível saber fazendo e por mais que se planeje e sigamos nossa intuição, só saberemos se tentarmos.

Ser displicente com essa etapa pode custar o projeto, é preciso desenvolver a ‘Competência de Refletir e Indagar’.

Cada indicador, entendimento, análise, deverá ser feita em ‘Metaconsciência’.

O método visa dar suporte para que a busca não seja mal sucedida e sim uma aventura leve e sustentável.


AUTOGESTÃO

É o segundo momento do desenvolvimento da ‘ILE - Inteligência Lógica-Emocional’, conseguir perceber os indicadores manifestados em si e nos outros.

O pleno desenvolvimento da ‘Autogestão’ marca a transformação do 8º. Estado de Intrapessoal de Vida, o Equilíbrio, como o estado base de uma pessoa.

Para atingir a ‘Autogestão’ é necessário exercer a ‘Metavisão’: capacidade de se ver em um cenário, sair da cena para analisar todo o cenário com você inserido nele.

É como se estivesse em um tumulto de uma praça pública e de repente fosse possível decolar em um helicóptero e analisar tudo que está acontecendo, a posição de cada pessoa na cena e assim ser possível traçar diversos cenários.

O melhor exercício no desenvolvimento da ‘Autogestão’ é analisar os indicadores se manifestando em si. Só depois de senti-los de fato é que conseguirá perceber nos outros.

No método MIDE este é o momento que se inicia o desenvolvimento dos três níveis de empatia.

É de suma importância o entendimento que ‘Autoconsciência’ e ‘Autogestão’ acontecem simultaneamente. Iniciamos pela consciência de cada indicador para depois monitorá-los.

Até o pleno domínio de todos os indicadores no nível inconsciente não atingimos o 8º. Estado plenamente, esse processo é gradual e lento. Precisamos exercitar dia a dia. Gradativamente cada um dos indicadores serão incorporados .

Nesse processo de trabalhar o emocional no inconsciente o método estimula o ‘Metapensamento’, o pensar sobre o que pensamos.

Não há como desenvolver a ILE sem o ‘Metapensamento’: a maior ferramenta para desconstruir ‘Modelos Mentais’; encontrar ‘Defasagens’; trabalhar a ‘Atenção Seletiva’ e desenvolver o pensamento sistêmico.

Até incorporarmos os indicadores o ‘Metapensamento’ é a ferramenta que usamos para trazer os nossos ‘Modelos Mentais’ que definem nossas ações, do inconsciente para o consciente, e assim podemos nos tornar o ser pensante de fato.

Uma mente solta transitando de forma descendente ou inconsciente, busca, compara e julga tudo muito rápido, em generalizações ou simplificações, ‘Modelos Mentais’ arraigados em nosso inconsciente.

Só com o ‘Metapensamento’ para quebrar esse processo.


O EQUILÍBRIO - 8º. ESTADO INTRAPESSOAL DE VIDA

Inicialmente tracei como minha ‘Visão’ a busca do equilíbrio e por muitos anos trabalhei para me estabilizar nesse estado intrapessoal de vida.

O pleno entendimento que tranquilidade e alegria eram estados voláteis sem o equilíbrio, por esta razão são chamados de estados inferiores, ascendeu uma luz em minha vida.

Com o passar dos anos surgiu um novo despertar em minha busca, a sensação de acordar e dormir em paz de espírito.

A sensação de passar o dia em equilíbrio gerando causas positivas, despertou o meu propósito de vida: passar esse conhecimento ao maior número de pessoas no mundo, transformar outras vidas.

Neste processo desenvolvi todas as 12 ‘Competências Duráveis’ necessárias para o pleno desenvolvimento da ‘ILE - Inteligência Lógica-Emocional’.

Foi pela ‘Capacidade de Refletir e Indagar’ que pude perceber o quanto o meu propósito já estava em minhas mãos.

Não posso descrever em palavras o sentimento de encontrar o propósito de vida ou a resposta do porque estamos aqui.

É como o surgimento de uma estrela guia no céu, impossível perder a direção.

Traz um equilíbrio muito grande, uma força muito maior do que a razão para explicá-la.

Ficou claro o prazer na ‘Jornada’, minha escalada se tornou uma viagem, uma coisa leve, divertida e prazerosa e o que parecia um paredão intransponível se mostrou a parte mais incrível da subida.

O MIDE nasceu com o propósito de elevar as pessoas ao 9º. Estado Intrapessoal de Vida, a ‘Entrega’.


AUTORREGULAÇÃO

Atingir a ‘Autorregulação’ plena é o mesmo que atingir o ‘Autodomínio’, uma vez que ela é o último passo.

Ela só acontece quando se consegue conjugar ‘Autoconsciência’ e ‘Autogestão’.

Como citado anteriormente, pode acontecer concomitante, porém leva mais tempo para ser iniciada.

É a passagem para o 9º. Estado Intrapessoal de Vida, a ‘Entrega’.

Desenvolve-se ‘Autoconsciência’ dos indicadores que formam o universo do emocional e tem-se a percepção deles se manifestando na própria vida e na de todas pessoas em volta: ‘Autogestão’.

Uma vez atingido a capacidade da ‘Autorregulação’, o pleno controle do agir em conformidade com a ‘ILE - Inteligência Lógica-Emocional’, mantém se o equilíbrio em todo o sistema que forma a vida.

Ninguém controla o que sente; pode controlar a mente, consequentemente as ações.

Existe uma frase que adotei no MIDE e uso em todos os módulos do curso:

“O sábio AGE, só o tolo REAGE.”

Esta frase marca a ‘Autorregulação’, o AGIR com sabedoria, com a mente trabalhando como um ‘Bom Servo’ e não como um ‘Mal Patrão’.


A ENTREGA - 9º. ESTADO INTRAPESSOAL DE VIDA

Atingido o ‘Autodomínio’, fica claro que o equilíbrio por si só não satisfaz.

É preciso passar os saberes adiante, assim como a raça humana sobrevive à milênios transmitindo conhecimentos de geração a geração, desde a primeira célula.

Não existe um propósito maior do que passar o conhecimento, levar adiante o que pode mudar a vida humana para melhor.

Ao atingir o pleno ‘Autodomínio’ – Autoconsciência, Autogestão e Autorregulação - a relação com o eu interior se eleva de forma inexplicável: a vida com ‘V’ se sobrepõe a vida com ‘v’, as relações humanas são mais leves e verdadeiras e por fim a relação com a vida, com o habitat, ganha conotação existencial.

Para escalada como a descrita acima, precisa se familiarizar com os conceitos: Autodomínio, Autoconsciência, Autogestão, Autorregulação, Metaconsciência, Metavisão e Metapensamento.


268 visualizações0 comentário

Endereço: SMPW quadra 16, conjunto 04 - Parkway -

Brasília / DF - Brasil.

CEP 71.741-604