OS impactos da aprendizagem socioemocional

Os impactos da ASE 

Mais de duas décadas de pesquisa demonstram que a educação que promove a aprendizagem social e emocional (ASE) obtém resultados.

 

As descobertas vêm de vários campos e fontes, incluindo desempenho dos alunos, neurociência, saúde, emprego, psicologia, gerenciamento de sala de aula, teoria da aprendizagem, economia e prevenção de comportamentos problemáticos dos jovens.

Retorno sobre o investimento - 11:1

Um estudo realizado pela Columbia University demonstrou que o retorno médio do investimento para seis programas baseados em evidências é de 11 para 1, ou seja, para cada dólar investido há um retorno de US$ 11.

 

A aprendizagem socioemocional (ASE) em escolas e famílias impacta diretamente na economia e no índice de desenvolvimento humano (IDH) do país.


Muitos países, quando decidiram investir em uma base curricular e/ou em uma política educacional introduzindo a aprendizagem socioemocional (ASE), buscaram preparar melhor suas crianças como futuros profissionais e cidadãos que iriam atender às novas demandas da Quarta Revolução Industrial.

 

Com o mundo globalizado e totalmente conectado, governos e empresas perceberam que haveria um deslocamento de empregos.


O Fórum Econômico Mundial de 2020 estima que:
- até 2022, 75 milhões de empregos serão remanejados;
- no mesmo período, surgirão 135 milhões de empregos em áreas que irão demandar habilidades de alta tecnologia e habilidades adquiridas na aprendizagem socioemocional;
- estarão em alta demanda, incluindo habilidades relacionadas a vendas, recursos humanos, assistência e educação.


O que isso significa economicamente falando?
Os 75 milhões de empregos que serão remanejados, ou desaparecerão, irão antes passar por uma migração para países com mão de obra desqualificada.

Artigo do Blog!

Competências e Habilidades Socioemocionais - Davos 2020.

Artigo do Blog!

A Revolução da Requalificação - Relatório do Fórum Econômico Mundial de 2020, mostrando que será necessário requalificar 1 bilhão de pessoas até 2030. 

O impacto é de longo prazo e global

A ASE pode ter um impacto positivo de até 18 anos em desempenho acadêmico, problemas de conduta, angústia emocional e uso de drogas.

Um estudo realizado nos Estados Unidos demonstrou inúmeros impactos positivos da aprendizagem socioemocional e continua sendo um marco para o campo.

 

Ele analisou os resultados de 82 intervenções diferentes, envolvendo mais de 97 mil alunos do jardim de infância ao ensino médio, e os efeitos foram avaliados de seis meses a 18 anos após o término do programa.

 
A pesquisa mostrou, por exemplo, que 3,5 anos após a última intervenção, o desempenho acadêmico dos estudantes expostos aos programas de ASE foi, em média, de 13 pontos percentuais mais alto do que seus pares não ASE.

 

Em outros períodos de acompanhamento, os problemas de conduta, angústia emocional e uso de drogas foram significativamente menores para os alunos expostos aos programas de ASE.

 

E o desenvolvimento de habilidades sociais e emocionais e atitudes positivas em relação a si mesmo, aos outros e à escola foi maior.

Leva a resultados acadêmicos e comportamentos aprimorados

As intervenções aumentaram o desempenho acadêmico dos alunos em 11 pontos percentuais, em comparação com os estudantes que não participaram de programas da ASE.

 

Os alunos que participam dos programas de ASE também mostraram um comportamento melhorado na sala de aula, uma maior capacidade de gerenciar o estresse e a depressão, e melhores atitudes em relação a si mesmos, aos outros e à escola.

 
Os resultados de longo prazo da ASE oferecem um caminho para o quadro da saúde mental apresentado pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

1. Em todo o mundo, estima-se que mais de 300 milhões de pessoas, de todas as idades, sofram de depressão.


2. A depressão é a principal causa de incapacidade em todo o mundo e contribui de forma importante para a carga global de doenças.


3. Uma em cada seis pessoas com depressão no mundo tem entre 10 e 19 anos.


4. No pior dos casos, a depressão pode levar ao suicídio.


5. O suicídio é a terceira principal causa de morte entre adolescentes de 15 a 19 anos.


6. As consequências de não abordar as condições de saúde mental dos adolescentes se estendem à idade adulta, prejudicando a saúde física e mental e limitando futuras oportunidades.


7. Mulheres são mais afetadas que homens pela depressão.
 

Pode ajudar a reduzir a pobreza e melhorar a mobilidade econômica

As competências da ASE são extremamente importantes para o sucesso, a longo prazo, de todos os estudantes na economia atual.

 

Em 1990, o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) produziu um relatório denominado “Paradigma do desenvolvimento humano”, coordenado por Amartya Kumar Sem, professor de economia e filosofia na Universidade Harvard e Prêmio Nobel de Economia 1998. 

“O desenvolvimento humano, como uma abordagem, lida com aquilo que eu considero ser a ideia básica do desenvolvimento: especificamente, o aumento da riqueza da vida humana em vez da riqueza da economia, em que os seres humanos vivem, apenas uma parte da própria vida.” - Amartya Kumar Sem

 

O relatório "Paradigma do desenvolvimento humano" promove a ideia de que não existe um vínculo automático entre crescimento econômico e progresso humano, consequentemente com à aprendizagem socioemocional (ASE).

 

Explicando melhor, Amartya buscou alertar o mundo sobre que o foco no crescimento do PIB estava excessivo e que o seu crescimento não garantia o desenvolvimento humano.

 

Para ele, os países estão aumentando suas riquezas enquanto as pessoas estão sendo deixadas para trás, elevando ainda mais a desigualdade no mundo.
 

Melhora os resultados da vida

Existem estatísticas significativas associando as habilidades da ASE no jardim de infância e os principais resultados para adultos jovens anos depois.

 

Elas mostram que a ASE diminuiu a probabilidade de morar ou estar em uma lista de espera de moradias públicas, receber assistência pública, ter qualquer envolvimento com a polícia antes da idade adulta e passar algum tempo em um centro de detenção. 

Endereço: SMPW quadra 16, conjunto 04 - Parkway -

Brasília / DF - Brasil.

CEP 71.741-604